1º ACESSO
2ª VIA BOLETO
GRUPOS
ENCERRADOS

CONSÓRCIO

Mais um forte aliado ao consórcio.

Em todo o consórcio, sempre existe um grupo de pessoas que deseja adquirir um determinado produto, denominado bem, mas que não possuem naquele momento o valor necessário para comprá-lo, ou preferem adquirir de forma programada ou ainda veem neste sistema uma interessante alternativa de investimento. Isto significa que os próprios participantes financiam a aquisição do bem escolhido, pois cada participante paga mensalmente o valor relativo a um percentual do bem. No sistema de consórcio, a contribuição de todos gera o benefício de cada um.

  • Aquisição de imóvel residencial urbano concluído para moradia do trabalhador;
  • Pagamento parcial ou total do preço de aquisição do imóvel;
  • Pagamento de lance na obtenção da Carta de Crédito ou como complementação do valor da Carta de Crédito para pagamento da parcela de recursos próprios, quando o consorciado permanecer com saldo devedor na Administradora de Consórcio devidamente habilitada pelo BACEN a operar com "Consórcio de Imóveis".

Condições básicas do titular da conta vinculada do FGTS:

Não ser promitente comprador ou proprietário de imóvel residencial, concluído ou em construção, financiado pelo SFH, em qualquer parte do território nacional; não ser promitente comprador ou proprietário de imóvel residencial concluído ou em construção no município o­nde exerça sua ocupação principal, nos municípios limítrofes e na região metropolitana; no atual município de residência. É preciso ainda comprovar tempo de trabalho mínimo de 3 (três) anos.

Valor máximo de avaliação

Não pode ultrapassar o valor limite de avaliação estabelecido para o âmbito do SFH.

Limite do valor do FGTS

O valor do FGTS a ser utilizado na aquisição, somado ao valor do crédito, está limitado ao menor dos dois valores, o de compra e venda ou o de avaliação.

Localização do imóvel

O imóvel deve localizar-se no mesmo município o­nde o trabalhador exerça sua ocupação principal; ou em município limítrofe ao município da ocupação principal; ou em município integrante da mesma região metropolitana da qual faça parte o município da ocupação principal. Caso o imóvel não se localize em um dos municípios definidos nos itens acima, deve localizar-se no município o­nde o trabalhador comprove residir há mais de um ano.

Situação legal do imóvel

Na matrícula do imóvel não deve existir registro que resulte em impedimento à sua comercialização.

Intervalo mínimo entre utilizações

Para utilização do FGTS na modalidade de aquisição, o imóvel não pode ter sido objeto de utilização do FGTS há menos de 3 anos.

Cônjuges que trabalham em município diferentes

É permitida a utilização do FGTS de ambos na aquisição de imóvel localizado no município da ocupação principal de um deles, observadas as condições do regime de casamento.

Aquisição de imóvel por mais de um trabalhador

É admitida aquisição de imóvel residencial concluído por mais de um trabalhador, independentemente da existência de grau de parentesco entre eles, desde que o imóvel se destine à residência de todos os adquirentes que fizerem uso da FGTS.